História das Canecas

Arrifana Restaurante em Portugal está a recusar 5000-6000 copos de plástico por ano!

(English version here)

Aljezur é uma pequena vila portuguesa que remonta aos tempos medievais. É localizada a sul do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Este parque abrange uma área que começa no centro de Portugal, em Lisboa e estende-se até ao Burgau, na costa sul. A oeste da costa de Aljezur visualiza-se o oceano Atlântico e a este encontra-se a serra de Monchique. Aljezur alberga muitas praias lindas e selvagens, uma delas é a praia da Arrifana.

Arrifana Bay. Image by Cassar Photogrpahy ©
Arrifana Bay. Image by Cassar Photogrpahy ©

A praia da Arrifana é uma antiga aldeia de pescadores onde se podem ver pequenas casitas brancas que se situam nas encostas que vão até ao mar. Recentemente, esta praia tem ficado cada vez mais conhecida pelo seu surf e cada vez menos pelo seu porto piscatório, atraindo surfistas e turistas de todo o mundo. Na época alta, esta pequena aldeia tem bastante actividade e é bastante popular entre os surfistas de ondas grandes e também iniciantes.

Há alguns anos atrás, o João Pedro apropriou-se de um pequeno restaurante ao fundo da ladeira da praia da Arrifana. Com a ajuda do seu conhecimento local, amor e carinho pela boa comida e por tudo o que o mar nos dá, o seu restaurante cresceu e é agora um local muito popular por si mesmo. Durante a época alta é difícil conseguir um lugar no terraço, onde conseguimos apreciar vistas fantásticas sobre a praia. Este restaurante está literalmente debruçado sobre o oceano Atlântico ao ponto do proprietário usar a expressão:

“a vista panorâmica e o cheiro da maresia também fazem parte do tempero da comida”.

Michelle Cassar é uma fotógrafa local, surfista e leitora assídua de My Plastic Free Life. Ela tem lutado para viver sem plástico ao longo dos últimos 6 anos e apesar de ainda não estar totalmente livre de plástico na sua vida, tem vindo a minimizar o seu consumo ao máximo.  Por ser uma cliente do restaurante Arrifana, em 2013 Michelle falou com o João Pedro acerca da redução de plástico em restaurantes.

Cassar Photography ©O facto de o restaurante ser tão próximo do oceano Atlântico e este albergar uma das duas maiores “sopas de plástico” do mundo, levouo João Pedro a pensar seriamente sobre o assunto. Contudo, é de adicionar que estas coisas necessitam de tempo e planeamento. Levando isso em consideração e sabendo que a mudança precisa de tempo, Michelle sugeriu mudanças que podem funcionar mais a curto prazo.

No fim-de-semana seguinte a essa conversa, João Pedro começou a comprar garrafas de vidro para vender e a fornecer em cada mesa jarros de água com um raminho de hortelã, totalmente grátis (a fonte dessa água é proveniente de garrafas grandes de plástico mas que são depois devolvidas ao fornecedor e reabastecidas novamente).

Photo Restaurante Praia Arrifana ©
Photo Restaurante Praia Arrifana ©

Este serviço reduziu imenso o consumo de garrafas de plástico. O próximo passo foi implementar mudanças durante as festas movimentadas das quintas-feiras. O restaurante oferece um menu fixo para o pessoal das escolas de surf, seguido de música ao vivo. Esta noite tornou-se popular também entre os locais e os turistas. Durante as refeições eram usados copos de vidro mas depois as mesas eram afastadas para o pessoal dançar. Os copos eram então substituídos por copos de plástico e gastavam-se centenas por semana. João Pedro confirma ainda que o restaurante usava cerca de 5000-6000 copos de plástico por ano. Apesar das longas horas de limpezas depois das festas, a quantidade destes copos que chegará até ao oceano é incalculável… E, infelizmente, é muito frequente vermos copos de plástico pelas praias de Aljezur.

Depois de uma recente visita à Feira Medieval em Silves em Agosto, onde toda a comida e bebida é servida em pratos e canecas de barro, Michelle sugeriu a João Pedro este tipo de alternativa e colocou-o em contacto com um fornecedor, Atelier Vicentina em Carrapateira. Felizmente, João Pedro encontrou um fornecedor ainda mais perto da vila e que fazia as canecas com o nome do restaurante. Então, foi adoptado um sistema de depósito para as novas canecas de barro: podem ser utilizadas durante toda a festa e depois, ou são devolvidas no final da noite (em troca do
dinheiro do depósito) ou levadas para casa como lembrança.

Depois de algumas semanas a usar este sistema, João Pedro diz:

“não percebo porque não começamos com há mais tempo. As canecas são fantásticas, toda a gente as adora e estamos a poupar uma hora de limpeza semanal”.

João Pedro está muito entusiasmado com este assunto e espera que outros bares, restaurantes e eventos sigam este exemplo.  É óbvio que existem várias vantagens sobre o uso das canecas de barro em detrimento dos copos de plástico:

  • São muito mais giras!
  • São muito mais agradáveis de se beber;
  • Têm maior volume, ou seja, menos idas ao bar e menos filas (o conteúdo tem que ser pago de acordo com o seu volume);
  • As bebidas ficam mais frescas;
  • São mais fáceis de carregar quando compramos muitas para os amigos;
  • As pessoas que as levam para casa mostram aos seus amigos e familiares, o que consistem em boa publicidade;
  • O restaurante está a apoiar um artesão local;
  • As canecas têm o tamanho ideal para uma boa chávena de chá;
  • 5000-6000 copos de plástico não foram utilizados todo o verão de 2014 neste restaurante;
  • 5000-6000 copos de plástico não tiveram que ser feitos para este fim (a exploração de petróleo é um tema controverso de momento devido aos planos de exploração de petróleo nos mares algarvios).
Photo Restaurante Praia Arrifana ©
Photo Restaurante Praia Arrifana ©

Este é um exemplo perfeito do que as pessoas podem alcançar quando trabalham juntas para um fim. Se a Michelle não tivesse falado com o João Pedro sobre este assunto que a preocupa há tantos anos, esta mudança provavelmente não teria acontecido.

Existe sempre mais trabalho pela frente, mas entretanto, há que celebrar esta vitória significativa!

O coração da Costa Vicentina bate agora com mais força, enquanto as pessoas se unem contra a poluição do plástico!

Para mais informação sobre o restaurante e a área, consultem por favor:

Restaurante Praia Arrifana

Many thanks to Claudia for translating.

Norman. Photo by Cassar Photography ©
Norman. Photo by Cassar Photography ©
Advertisements